Casa dos Contos Eróticos

Primeira foda com amigo bissexual

Autor: João Pedro
Categoria: Homossexual
Data: 09/04/2010 03:14:59
Última revisão: 09/12/2010 00:49:13
Nota 9.60
Ler comentários (14) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Em nossa última conversa, tudo ficou claro. Ele era bissexual e tinha coragem de transar comigo, e mais: Chamou-me para dormir na casa dele, ver um filme e passar a madrugada acordados vendo o amanhecer. Claro que eu aceitei.

Quando cheguei até a sua casa , fui recebido com seu lindo sorriso( que me deixa excitado só de lembrar). Suas coxas brancas e carnudas estavam à mostra com a bermuda preta e curta que ele usava. Estava sem camisa, o que permitia mostrar sua barriga sarada com uma pequena tribal tatuada. Aquela visão me fez sentir uma ereção e um tesão que eu seria capaz de transar ali fora mesmo no portão da casa dele.

- Entra que eu não mordo, viu? – Disse ele esboçando outro sorriso.

- Que pena- Disse eu em tom de brincadeira,devolvendo-lhe o sorriso.

Quando entrei, ele me disse “ fique a vontade, se quiser, pode tirar a camisa que o calor hoje ta demais”. Não hesitei em tira-la. Ele ficou me observando por alguns instantes, fazendo com que eu ficasse sem graça.

- Que filme vamos ver?

- Você escolhe-Disse ele apontando pras sua prateleira de coleções. Ao olhar para a prateleira, vi um pacote de camisinha.Meu coração acelerou. Será que ele havia colocado ali só pra eu ver?

- Pode ser esse?- Disse eu apontando para o primeiro filme que vi.

-Ah, claro. Gosto demais de filmes biográficos, principalmente deste. Frida era bissexual, sabia?- Lançou-me um olhar provocativo. Meu tesão só aumentou.

- Não- Disse eu novamente sem graça.

Fomos até a sala e colocamos o DVD.

Eu estava sentado ao lado dele no sofá. O filme estava na metade e era bom. Vez ou outra eu via ele me olhando. Sentia seus leves toques “acidentais”na minha coxa. Algumas vezes sua mão ficava encostada sobre a minha por alguns minutos e depois saia. Diante de tanto tesão e calor, decidi pegar mais ice na geladeira ( já havíamos tomado quatro garrafinhas cada um).

- Quer mais ice?- Pergunto.

- Sim, fazendo favor.

Levantei, fui até a cozinha e abri a geladeira . Abaixei-me para pegar mais duas garrafas quando senti uma mão na minha bunda. Não consigo descrever a sensação de prazer e espanto que senti ( Me espantei porque não esperava tal atitude). Retomei minha postura e fiquei ereto, olhando para dentro da geladeira. Logo em seguida, senti-o por trás, roçando em mim, beijando minha nuca, mordendo meu ombro, acariciando minha coxa. Comecei a tremer( não por estar em frente a geladeira aberta), fechei meus olhos e deixei que ele me tomasse.

Não sei ao certo dizer quanto tempo ficamos ali na cozinha, mas depois de tanto ser acariciado, virei de frente a ele e comecei a beijá-lo com tesão, desespero, passei a mão sobre sua bermuda escura e senti o volume que enchia a minha mão.

- Você quer?- Perguntou-me ele ao sussurro.

- Quero.

- Então é todo seu- Deu um beijo no meu pescoço e massageou minha bunda novamente.

Coloquei minha língua sobre seu peito e comecei a deslizar com ela. Quando cheguei em sua barriga, senti seu arrepio( isso me encheu de tesão). Tirei minha língua, dei uma mordida de leve no pênis dele por cima da bermuda ( aí ele deu sua primeira gemida). Logo em seguida, tirei sua bermuda, revelando uma cueca branca marcada por uns respingos em volta do pênis. Tirei sua cueca, lambi suas coxas e em seguida, o pênis. Chupei-o deliciosamente arrancando gemidas que me enchiam cada vez mais de tesão. Houve um momento em que ele começou a empurrar minha cabeça com suas próprias mãos e a dizer coisas como “ Meu Deus, que boca deliciosa é essa?”, “ Que chupada maravilhosa”, entre outras coisas que me enchiam de prazer.

Quando ele gozou em minha boca, soltou um gemido tão gostoso, tão safado, que quase gozei de tanto tesão. Achei que com aquela gozada, tudo tinha acabado ali mesmo na cozinha, mas para minha surpresa, ele diz:

- Vamos lá pro meu quarto?

- Vamos- Foi tudo o que consegui dizer.

Não sei mais descrever como foi o resto. Vimos o dia amanhecer fazendo loucuras. Sim,fui o passivo e gozei três vezes. Foi maravilhoso sentir ele me penetrando, ouvir seus sussurros ao pé do ouvido, suas gemidas, seus elogios. Aquela foi a primeira noite que deu início a muitas outras maravilhosas transas. Até hoje, mesmo ele tendo uma namorada bonita e legal, transamos sempre que a oportunidade nos deixa e o controle sobre o tesão também.

Comentários

26/05/2017 20:23:58
Muito bom o conto, bem excitante!
10/12/2010 11:36:10
Adoreii.. Queria que você contase,quando ele comeu seu cuzim msn: thiago0204@hotmail.com
22/05/2010 18:28:56
Muito bom mesmo. Apesar de ser um conto pequeno, você soube detalhar muito bem as cenas de forma que não cansasse o leitor.
14/05/2010 14:23:00
delicioso conto, parabéns.
13/05/2010 20:38:49
Adorei o seu texto, muita competência literária, narrativa e descritiva! Naturalmente sensual e erótico, sem ser chulo ou vulgar. Gostei mesmo, parabéns. Voltarei mais vezes para lê-lo.
13/05/2010 04:22:55
Obrigado pela resposta João Pedro. Meu e-mail certo é paguima63@gmail.com Um abraço e continue escrevendo
12/05/2010 17:14:18
Paguima, agradeço pela leitura. Confesso que fiquei receoso em publicar por achar que não estivesse bom. Fico satisfeito por ter gostado,viu? Abraço
12/05/2010 17:08:48
Esse conto é a descrição de um sonho. Do meu sonho. Parabens autor vc merece o melhor dos melhores.Pedro Afonso; panguima632gmail.com
10/05/2010 22:41:04
essa é muito boa
08/05/2010 19:51:17
Que tesão! pensei que fosse só eu, sou casado com uma mulher muito bonita e gostosa que a fodo todos os dias! TENHO UM AMIGO RECENTE QUE CONHECI NUM SUPERMARCADO, RAPAZ MUITO BONITO, UM GAROTAÃO, TAMBÉM CASADO COM UMA MENINA BONITA E GOSTOSA! A GENTE TAMBÉM COSTUMA SE ENCONTRAR, E NOS FODEMOS NUM MOTEL, QUE DELÍCIA, NOS DOIS TEMOS PÁU GRANDE E GROSSO! E É UM DELÍRIO SENTIR UM PAUZÃO NO CÚ, E SENTIR UMA BELA ESPORRADA TE INVADINDO! BOM ESSE CONTO, ME DEIXOU DE PÁU DURO!
07/05/2010 18:58:50
Fico feliz por saber que alguém lê meus contos. Escreverei outro brevemente. Muito obrigado, abraço
07/05/2010 11:19:03
que coisa gostosa faça isso comigo tambem
18/04/2010 12:50:42
Jorg3, muito obrigado por ter lido e comentado. Escreverei mais. Acho bacana quando um casal encontra outras formas de prazer. Eu também, se namorasse ou fosse casado, queria fazer assim também. Abraço.
17/04/2010 17:53:51
Muito tesudo seu conto. Tenho um amigo que tb é casado com o qual faço gostosas transas, inclusive com a participação da minha esposa. Eu e ela adoramos o cacete dele e ele tb gosta da buceta da minha esposa e do meu caralho junto.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.