Casa dos Contos Eróticos

Os jogadores de futebol me comeram

Autor: Moreninho
Categoria: Homossexual
Data: 27/12/2015 05:47:23
Última revisão: 27/12/2015 05:59:34
Nota 9.78
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá caros leitores bom depois de muito tempo, volto a publicação neste maravilhoso site de contos eróticos. Como sempre todos os meu contos são verdadeiros. Ontem foi uma grande noite. Dia 25 de novembro natal como todos sabem. Fui dar uma volta no meu bairro. Fui numa praça próximo a minha casa, parei e me depararei com um grupo de garotos jogando futebol. Conhecia alguns outros não, sentei num banco e começei a assistir a partida. Muitos meninos sem camisa suando, correndo. Aquelas pegadas no Pau, palavrões me deixando louco.

Pouco tempo depois Vitor um dos garotos faz um golaço, é aquela euforia gritos, abraços e eu louco pra agarrar ele tb. Lindo olhos verdes, barriga Tanquinho, branco do jeito que gosto. Ele olha pra mim acena e sorri, meu pau já duro feito pedra. Eu dou um sorriso e fico olhando ele enxuga, o suor do corpo e eu louco pra limpar com a língua. Não demora pra outro gol, e mais um ele perde e sai da quadra. Amei pois pude me aproximar, ele com raiva sentou na grama com mais 2 colegas. Falei -Poxa perderam né. Ele olhou pra mim é disse -tá cego num viu não? Caralho que braveza mais amo isso! Disse -blz xau. Ele olhou pro meninos e levantou na minha direção e disse: -Tais com frescura e meu irmão? eu disse: -Não tu que tá arretado. Ele disse: -Tô mesmo e tô affim de comer um cu pra tirar a raiva. E ainda vou levar meu parceiros vai? Nem precisa dizer qual foi minha resposta! Seguimos os quatro pro meu carro e lá fomos pra minha casa. Já dentro do carro começou a putaria, que visão linda aquela pica sem pelos do meu lado super dura. E olhando pra trás mais duas lindas e perfeitas.

Peguei na de Vitor e coloquei a mão no nariz pra sentir o cheiro, e que delícia a de denis e de Matheus não estavam a meu alcance. Mais não demorou pra chegar em casa, minutos após estávamos dentro de casa. E segundo depois todos no meu quarto, aquelas delícias sem roupa na minha cama, deitei e começei a chupar todos um a um, senti o cheiro o sabor de cada pica deliciosa. Vitor veio e mandou ficar de quatro, começou a passar a cabeça da rola no meu cuzinho. Passei lubrificante e ele enfiou toda, pude sentir suas bolas roçando na minha bunda. Continuei a chupar denis e Matheus, ele bombando gostoso, rebolando e abrindo bem minha bunda pra enfiar tudo. Ele gemendo dizendo que meu cu era bem apertado e quente. Eu olhei pra trás e fiquei olhando aqueles olhos verdes, e sua cara de tesão. Mordendo os lábios e fodendo gostoso e rápido, não demorou pra ele apertar os olhos, segurar forte minha bunda e gozar forte no meu cu. Juro senti os jatos quente e forte, nunca senti uma gozadas tão forte quanto desse garoto. Ele tirou o pau e foi tomar um banho.

Deitei de ladinho e denis começou o segundo tempo de rola no meu cu. Ele de joelhos enfiou a pica de uma vez, caralho que delícia fui no céu e voltei. Enquanto isso eu chupando Matheus, ele bombando e rebolando, chupei com tanta vontade que o pobre do Matheus, não aguentou e encheu minha boca de porra. Ele deu um gemido e estremeceu o corpo. Denis me colocou de frango assado e me fudeu feito um louco, forte olhando nos meus olhos pouco tempo senti ele gozando dentro de mim, gemendo e mordendo meu pescoço. Caralho gozei junto com ele. Ele caiu sobre mim, mais não demorou muito pois Matheus logo tomou seu lugar, metendo em mim de quatro Vitor veio molhado do banho. Deitou na minha frente e mandou chupar ele. Fiz feito uma puta obediente, pouco tempo depois deite de bruços e Matheus continuou bombando . Enfiando todinha não demorou muito, e senti ele gozando no meu rabo, segundos depois Tava eu me esvaindo e porra. Com a rola de Vitor pulsando na minha boca. E eu tentando engolir tudo quase que impossível. Levantei fui pro banho. Convidei eles pra uma pizza pra retomada de forças, na pizzaria notei Vitor com um pau hiper duro denovo. Olhei pra ele e disse :-hoje mais não lindo meu cu não aguenta. Levantei e fui no banheiro do restaurante mijar. Ele me seguiu, me empurrou pra dentro do box e tive que chupar ele ali mesmo. Sorte não sei se por tesão ele gozou rápido. Paguei a conta e levei ela próximo a suas casas. Cheguei em casa e recebi uma ligação era Vitor, dizendo que tinha me deixado um presente embaixo do travesseiro. Olhei era sua cueca suada com seu cheiro, bati mais duas antes de adormecer com aquela cueca no nariz.

Comentários

05/07/2017 22:13:13
A d o r e iiiiiiii só achei curta VC devia ter colocado mais detalhes pra ficar mais excitante mas memo assim VC merece um 10💜💜💜
01/01/2016 11:03:53
Muito bom, mas meio rápido demais...
28/12/2015 02:37:09
❤❤❤❤😃 Gostei só foi meio rápido nas descrições dos personagens e do conto... Parabéns está excitante!
27/12/2015 19:39:16
Gostei mais foi muito rápido, devia tee detalhado com falas de putarias e talz, mais tá bom assim mesmo.
27/12/2015 14:20:43
Ótimo conto, bem excitante apesar de ser muito pobre de detalhes. No geral nota 8
27/12/2015 12:49:55
Ótimo
27/12/2015 11:46:38
MUITO BOM. MAS ATENTE NATAL É 25 DE DEZEMBRO E NÃO NOVEMBRO. OS PARÁGRAFOS SÃO GRANDES DEMAIS E HÁ POUCO DIÁLOGO SEM CONTAR QUE TUDO OCORREU MUITO RÁPIDO ENTRE TODOS. SE PUDER FAÇA UMA REVISÃO.
27/12/2015 08:00:44
bom
27/12/2015 06:16:07
Excitante

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.