Casa dos Contos Eróticos

sexo a trez faz muito bem

Autor: Zecacasado
Categoria: Grupal
Data: 08/02/2016 22:37:39
Nota 9.56
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

ano passado eu e Mari fomos a uma viajem para uma cidade que ja moramos por varios anos antes de nos casar , certa noite depois de um belo passeio , iría-mos sair para a noite com amigos, Mari que já esta com 45 anos muito vaidosa e mantem a beleza e a sensualidade em dia, nesta noite Mari coloca um vestido tomara que caia branco na altura dos joelhos , como tinha tomado sol o dia todo as marcas do bikini a deixavam mais linda e mais gostosa, mas eu gostava , Mari deixava o vestido em meio dos seus seios para que seus seios saltassem quase para fora do vestido , e se via a marca branca onde não tinha tomado sol, a noite foi regada a comida boa , muita bebida e musica deliciosa , dançamos muito , ela suada brilhava na noite, seus seios transbordando para fora do vestido me deixava alucinado de tesão, os amigos foram saindo , e como estava-mos a passeio na cidade , teria que chamar um taxi , foi qdo pedi para o motorista passar em um ponto de prostituição onde ficavam varios travesti que covidamos para terminara a noite com agente no hotel e dava praver nos olhos de MAri a satisfação dela , rodamos pela cidade de natal relembrando o tempo que lá vivemos , Mari tinha bebido um pouco e o vento no carro ajudava a melhorar , foi quando o travesti de nossa companhia Luana falou que iria levar a gente para conhecer o ap que ele tinha comprado, e podía-mos beber mais um pouco , concordamos e fomos , era um belo ap MAri e Luana bebiam cerveja e eu caipirinha, o vento que entrava era alucinante e refrescante , MAri dançava ora comigo ora com Luna , em certo momento Mari fala em meu ouvido que queria colocar uma de nossas fantasias em pratica , fazer sexo com um traveco, e perguntei se ela toparia poir estar comigo , e ela me falou que achava que sim , pois sentiu o pinto duro dele quando dançavam, e sabia que depois de beber a gente faz coisa que nem a gente mesmo acredita, topei mas avisei que nunca imaginei tranzando com um travesti, ela riu e fala que tudo tem a primeira vez e se convidamos não poderia deixar a Luana na mão a fim estamos no ap dela, eu ficava com tesão só de imaginar eu comendo um travesti , ela então me coloca em uma das poltronas , pega a garrafa de cerveja e vira num gole só , e no centro da sala começa a fazer um strip , Luana aplaude e a chama de gostosa , tira o vestido e fica só de calcinha e soutiã , e loga o retira , seus seios deliciosos e fartos soltos me deixam louco de tesão então ela vem até Luana e se debruça sobre ela fazendo seus seios balançarem na cara dela , Luana os abocanha e os suga neste momento venho por traz dela e retiro sua calcinha fio dental , e começo a bolinar sua bucetinha lavada de tesão, Luana então fala que sentia muito tesão em pegar ela mas queria tambem ser seduzido por mim, eu louco de tesão concordo mas aviso que no meu ninguém entrava e Luana concorda, Mari retruca e diz porque eu posso e no seu não pode, então Mari deita e luana a chupa com força e leva Mari a loucura , ela vai a loucura e goza , Luana se levanta e pega duas camisinhas , ele a veste e começa a penetrar Mari, eu então visto também e o pego por traz e começo a comer o cú de Luana, quanto mais eu socava a bunda dela ela socava em Mari , ficamos engatados , quando escutei minha mulher que gozava e gritava de prazer , ele goza e eu também , durante a noite minha mulher foi comida por mim e por ele, e eu o comi mais duas vezes, adormecemos os três no tapete da sala.

Acordamos nos vestimos e fomos os tres para nosso hotel, não acreditava na noite que tivemos , foi quando minha mulher fala que tinha ficado muito exitada e feliz em ver seu homem comendo tanto ela como traveco ela e que gozou só vendo a cena , conversa vai conversa vem começamos a festejar de novo, Luana desta vez que faz um strip pra nó. e nos leva a loucura, um tesao de travesti. tiramos a roupa ficamos os tres nu, quando abracei Mari e luana veio por traz de mim, gelei nunca tinha dado o meu cu pra ninguem, luana foi acertando na minha bunda e introduziu aquela pica em meu cu, ja era, senti todo seu mastro o dobro do meu me rasgando, gemi mas foi uma delicia, mari questiona se gostei eu meio dolorido disse foi um experiencia diferente, mais no fundo eu gostei. bom assim foi nosso passeio e agora mari quer a mesma experiencia com ela uma mulher e eu.

Comentários

21/07/2017 14:13:20
Venho me deliciando deste seu primeiro conto e percebendo o quanto a cumplicidade do casal vem evoluindo isso e sensacional parabens Zeca um abco p casal nota maxima.
24/02/2017 07:20:32
Somente hoje tive a oportunidade de ler esta sensual narrativa. Um comentário ao Zeca : arrepender-se por que ? Deve mais eh aproveitar o prazer entre quatro paredes . . .gostaria de manter contato com este belo casal. Inicialmente pode ser por estes comentários. Minha nota eh dez com louvor. Já adicionei aos favoritos.
20/02/2016 13:16:57
não me arrependi estou pronto pra outra,
19/02/2016 09:10:50
Entre 4 paredes tudo pelo prazer
09/02/2016 18:04:32
muito bom, eu ja fiz e vou fazer de novo com minha namorada
09/02/2016 17:02:25
Conto muito bem excitante!!
09/02/2016 14:43:43
Delícia de conto.
09/02/2016 01:19:24
Adoro essa cumplicidade queria ser assim tbm
08/02/2016 22:57:15
Massa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.