Casa dos Contos Eróticos

Gay... Será?

Autor: MorenaSafada
Categoria: Heterossexual
Data: 20/11/2016 18:55:30
Nota 9.71
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Conheci o Felipe através de umas amigas em comum.

Nos demos bem de cara, simpatia de alma com alma, até porque se eu fosse homem eu era gay cooom certeza!

Todos os dias nos encontrávamos na faculdade e ficávamos batendo papo, reparando os "boy magya" e comentando claro!

Eu sempre senti um tesão imenso nele, principalmente quando me abraçava forte ou quando vinha se despedir de mim com um selinho, mas ele afirmava ser gay "até o último fio de cabelo"!

E eu pensava que era um grande desperdício, mas respeitava suas escolhas.

Felipe é alto, moreno, de barba cerrada, uma boca carnuda, vermelha e com contorno super bem feito, anda sempre cheiroso e bem arrumado... E esse conjunto, certamente, foi a razão de vários sonhos eróticos e vários toques na minha bucetinha pensando única e exclusivamente nele.

Um belo dia, aniversário de uma das nossas amigas, fomos todos para a boate bebemorar.

Como Felipe mora em uma cidade vizinha, para não correr o risco e voltar dirigindo bêbado, ofereci a ele minha casa para que descansasse antes de pegar a estrada.

Dançamos muito, bebemos mais do que devíamos e pegamos um táxi rumo a minha casa.

Ao chegar, o ritual de sempre: tirei os saltos, a make, a roupa e fui atrás de um toalha andando pela casa somente de lingerie.

Peguei a dita cuja e fui em direção ao banheiro e tal foi meu susto ao abrir a porta: Felipe estava todo, todo fazendo xixi e eu, como morava sozinha, não tinha costume de bater.

Pedi desculpas e ia saindo, mas antes observei beeeem aquele dote maravilhoso que ele tinha nas mãos... Devia ter uns 19 cm, com uma cabeça deliciosa que me fez encher a boca de água e molhar a bucetinha toda! Era tudo que eu imaginava e mais um pouco!

Fui a cozinha tomar uma água e assim que ele saiu corri pro banheiro, coloquei a ducha na água fria, mas não tinha gelo que abaixasse a temperatura do meu corpo. Me toquei e gozei gostoso pensando no estrago que aquela rola faria em mim, coloquei minha camisolinha e deitei.

Ele tomou banho e veio deitar em seguida, estávamos mortos de cansaço por ter passado a noite na farra.

No meu ap só tem a minha cama de casal e eu não vi maldade em dormir os dois juntos, então Felipe se deitou do meu lado na cama, me desejou uma boa noite e eu custei, mas adormeci.

Acordei sentindo um calor fora do normal, percebi em seguida que o sol já havia nascido há um bom tempo, mas não era apenas seus raios que me aqueciam.

Em volta do meu corpo, mais especificamente de conchinha, tinha um homem (super gostoso - diga-se de passagem). Ali estava eu, sendo encoxada pelo meu amigo gay e os meninos bem sabem, é normal um homem ter ereção pela manhã...

Fui amolecendo, sentindo aquela respiração no meu pescoço, aquelas mãos na minha cintura e a rola bem dura no meu bumbum... Não resisti...

Fui rebolando devagarinho, passando a mão na minha bucetinha por cima da renda fina da calcinha e sentindo o quão molhada ela estava...

Inevitavelmente acordei Felipe com meus movimentos, virei-me de frente pra ele e me desculpei, mas disse também que não conseguia mais parar de imaginar as loucuras que poderíamos fazer juntos naquela cama.

Qual foi minha surpresa, quando ele me beijou vorazmente, com sede e me puxou pra cima de seu corpo.

Mais do que depressa eu comecei a rebolar, apenas os tecidos da sua cueca boxer e da minha calcinha separavam nossos sexos... Eu gemia, dentro da boca dele, ele puxava meu cabelo e com a outra mão desferia tapas nas minhas coxas e no bumbum...

Tomou as rédeas da situação, me deitou e veio para cima com uma vontade surpreendente... Beijou meu pescoço, mamou demorada e gostosamente meus seios, beijou a barriga e chegou finalmente a minha intimidade, que a essa altura escorria de tanto tesão.

Que língua habilidosa!!! Entrando e saindo de mim, sugando meu grelinho enquanto dois dedos impetuosos me penetraram... Rebolei de forma insandecida e gozei apertando as pernas em volta de seu rosto, puxando seu cabelo e gemendo seu nome...

Ele bebeu todo meu mel e se mostrou surpreso ao dizer que "isso era bem mais gostoso do que ele imaginava".

Agora era minha vez e eu precisava retribuir aquele orgasmo incrível.

Após uma série de beijos fervorosos, me coloquei entre suas pernas e caí de boca naquela pica dura e super gostosa.

Primeiro só a cabecinha, depois engoli como uma verdadeira putinha, olhando fundo em seus olhos enquanto chupava inclusive suas bolas.

Felipe gemia coisas indecifráveis e demonstrava um prazer novo e imenso enquanto segurava meu cabelo e fodia minha boquinha.

- Que vadia da boca gostosa!

Me dediquei a fazer o melhor boquete da minha vida, sem pressa, pois adoro fazer sexo oral no meu parceiro.

Ele anunciou que ia gozar e eu aumentei a velocidade... Minutos depois veio o primeiro jato, forte, no fundo da minha garganta, seguido de vários outros que fiz questão de engolir.

Fui para o banheiro tomar um banho e ele veio atrás.

Me prendeu de frente para a parede e de costas pra ele e eu nem consegui acreditar que aquela rola maravilhosa continuava dura feito aço!

Felipe segurou no meu cabelo com a mão direita, a esquerda fez a volta na minha cintura, a boca encontrou facilmente o caminho até o meu ouvido dizendo assim:

- Putinha, gemeu gostoso no banho de madrugada pensando em mim... acha que não ouvi?! Vou te dar o que você anda querendo... Vai gozar na minha rola até não conseguir mais andar... Pede, pede o que você tanto queria...

- Dá a pica pra mim, delícia... Coloca essa rola dura todinha na minha bucetinha...

Ele não se fez de rogado... Ao prazo que empinei bem a bunda ele enfiou toda aquela ferramenta em mim... Urrei de prazer "puta que pariu, como eu sonhei com isso... Fode, mete gostoso nessa piranha aqui".

E assim ele fez... Me masturbando enquanto metia gostoso, me xingando de todos os nomes sujos possíveis, puxando meu cabelo e estapeando meu bumbum, o amigo "gay" me fez ter um orgasmo sensacional!

- Vagabunda, que buceta gostosa! Vou encher ela de leite pra ficar escorrendo o resto do dia!

Rebolei mais ainda e senti ele se derramar todo dentro de mim.

Terminamos de tomar banho, ele me levou no colo pra cama e eu adormeci.

Quando acordei o sol já fazia menção de se por, ao lado da cama tinha um bilhete que dizia:

Você é a melhor parte em ser "um pouco hetero".

Arrasou comigo... Obrigada pela foda! Beijos, seu Feê.

Eita, gente! Será que vai ter repeteco?! Meu amigo gay me conferiu uma das melhores fodas da vida! Quem diria, né?

Quem quiser minha descrição leia os contos anteriores, ok?

Tava com muita saudade de vocês!!

Prometo tentar não sumir mais... Comentem bastante, votem, isso é muito importante para eu saber o que precisa melhorar!

E me escrevam, sempre é um prazer me corresponder com vocês! Desde já informo que, por opção pessoal, eu não mando fotos minhas, tá?

morenasafada69@hotmail.com

Miil beijos, voltem sempre que sentir vontade da morena aqui!

Comentários

22/03/2017 15:47:15
Delicia de conto!!! Se for o caso, morena, posso tb ser gay pra vc. Rs... Que vontade de você, amor!!! Bjs e leia o meu tb.
21/11/2016 15:24:42
Que delicia seu conto nota 10!!!!!! Vc e um tesão Beijos
21/11/2016 11:58:47
Excelente conto.
21/11/2016 05:19:20
Muito bom o conto por isso vou mandar um deis. Sou casado e morro de vontade de dar a bunda, apesar de não sentir atração por homem. Só sinto atração por picas. Gostaria muito de ser uma fêmea completa para outro macho e matar esse desejo escondido que tenho. Troca-troca tambem e bem vindo. Alguém interessado me mande mensagem... E-mail: gilvillamachado@uol.com.br
21/11/2016 02:37:36
Mais um maravilhoso relato. Vc deve ser uma delícia na cama, aliás na cama, sofá, chão, mesa em pé e onde mais possível for. Continue assim!
20/11/2016 23:24:13
Se isso for verdade, então ele não é gay, é bi. Gay de verdade não fica com mulher... E ele bêbado pode ter feito isso,mas sobrio sao outros quinhentos :)
20/11/2016 23:05:24
Gostei.Inclusive existe neste site outros relatos assim de boas surpresas com amigos gays. Nota DEZ. Gostaria de manter contato com outros leitores que apreciem este gênero. Pode ser aqui pelos comentários.
20/11/2016 21:14:00
Belo conto, oque vale é o prazer, independente de como e com quem for. Bjs gata!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.