Casa dos Contos Eróticos

PROPOSTA INDECENTE

Autor: Docinho
Categoria: Grupal
Data: 03/04/2017 22:46:08
Nota 8.50
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

PROPOSTA INDECENTE

Sou Júlia, tenho 30 anos, 1, 70 de altura, ruiva natural, olhos verdes, cabelos Chanel, lábios carnudos e pequeno, nariz arrebitado, peso 64kg, tenho uma bunda Redonda e pequena, porém bem empinada, meus seios tb são pequenos, porém não tão duros como quando eu tinha 18 anos, minha cintura é fina e tenho uma barriga bem chapada, sou uma mulher adepta a academia, malho pra manter a boa forma, e uma boa saúde.

Na academia em que malho entrou uma menina nova, ela não é nada ftnes, tem o corpo bem cheinho, porém suas curvas só ficam mais acentuadas e perigosas, ou seja ela é uma gordinha gostosa. Descobri que ela namora meu instrutor de academia, o Fred, ele tem uns 25 anos, menino novo, cheio de gás, tem um corpo sarado, e está treinando para ser fisicultrista , deve ter 1, 90 de altura, é negro e incrivelmente charmoso, tem braços cheios de veias e mãos enormes. Por diversas vezes ja me imaginei entregue aquelas mãos.

Bom meus sonhos teriam que ficar pra trás, pois o Fred tinha uma namorada e muito simpática por sinal. Ao contrário dele, ela era bem branquinha, com o cabelo Preto escorrido até a cintura e os olhos grandes e cor de Mel, devia ter 1, 65 de altura.

Desde que ela entrou, nos começamos a conversar, na verdade nos primeiros dias ela ficou me olhando muito, ainda mais quando o Fred vinha me auxiliar em alguns exercícios, eu fiquei um pouco sem graça e comecei a não chama-lo mais para me ajudar, mas mesmo assim ela continuava a me fitar com aquelas bochechas rosadas e aquele olhos enormes me encarando. Depois de um tempo começamos a conversar e descobri que ela se chamava Rebeca, mas gostava de ser chamada de Becca, todos os dias malhavamos juntas, ela me dava dicas de maquiagem e eu de alimentação saudável, ficamos bem próxima.

Um certo dia o Paulo dono da academia e melhor amigo do Fred, pediu para ele fechar a academia, pois ele precisava sair, deixando assim a chave com o Fred, neste dia eu me atrasei toda nos meus exercícios, e quando dei por mim, só estava eu, Becca e Fred sozinhos. Eles estavam conversando e rindo muito, até que meu celular bipou, eu olhei e era uma mensagem do Fred.

_ Esta afim de fazer algo diferente?

Eu olhei assustada para ele, porém nenhum dos dois estavam me olhando, fiquei intrigada, mas continuei malhando, logo depois meu celular bipou de novo, mais uma vez era o Fred.

_ Fiquei sabendo que você não faz sexo desde que se separou, ou seja a 1 ano, a Becca me contou e isso mecheu comigo, queria saber se você quer fazer sexo hoje.

Eu comecei a suar frio, de imediato fiquei puta pois a Becca não tinha o direito de falar algo tão particular para ele, em seguida fiquei aflita, pois eles estava me cantando bem ali e ela podia ver, isso iria me complicar, porém meu corpo reagiu de forma inesperada, meu coração acelerou, a boca ficou seca, enquanto entre as minhas pernas eu ficava encharcada so de pensar na proposta indecente que ele estava fazendo.

Peguei minhas coisas e fui para o banheiro, decidi não responder a mensagem e nem olhei para eles, fui direto me lavar, pois logo mais eu teria uma festa para ir e como o banheiro da academia tinha uma ótima ducha, decidi pegar o embalo. Quando eu e estava nua, completamente ensaboada, ouvi alguém entrar no banheiro, fiquei travada, e se fosse o Fred? Não! Impossível a namorada dele estava na academia, ele não faria isso com ela aqui.

Tirei todo o sabão do corpo e fiquei mais tempo embaixo do chuveiro, minha mente foi longe, imaginei o Fred ali dentro, me pegando de jeito. Nós sempre conversávamos nas horas em que ele me dava uma mão nos exercício, nunca me pareceu ser um pervertido, sempre discreto e focado na faculdade de Educação Física e nos treinos, mas ai do nada ele vem com o papo de querer transar comigo, sem nunca ter falado nisso, se bem que tem uns dias que ele fica me olhando de forma estranha, mas isso é loucura ele tem namorada, o que deu neste menino? Eu devia me sentir ofendida, mas não consigo, talvez eu queira o que ele me propôs.

Fiquei tão distraída que não ouvi quando Becca entrou no mesmo lugar em que eu me banhava.

_ Oi Júlia, se importa se eu me lavar aqui com você?

_ Hã... Claro... mas tem os outros chuvei...

_ Os outros chuveiros não são quentes como este.

_ Tá bom, Eu já estava saindo mesmo_ Mas na hora que fui até a porta ela entrou na minha frente, pela primeira vez eu pude ver como os olhos dela eram tão lindos, Becca ficou bem próxima de mim, ela estava nua, suas bochechas estavam mais vermelhas por conta do vapor do chuveiro quente, uma de suas mãos tocou a minha, eu travei, ela se aproximou mais, bem perto do meu ouvido e disse _ Calma, não precisa ficar com medo _ Eu soltei a respiração, não tinha nem percebido que a tinha prendido, então fui direta ao ponto. _ Becca eu sou hetero, nunca fiquei com mulheres, não sei como fazer isso _ Ela sorriu, subiu a mão esquerda até minha cintura e a direita levou até os meus lábios, disse sussurrando _ Você não precisa saber, eu te ensino, sobre ser hetero, eu tb sou, só que você me fez querer te provar e pra tudo tem uma primeira vez_ Eu estava confusa, mas o toque dela era bom e eu estava precisando relaxar, nada me empedia de relaxar ali naquele momento, com ela, mas ela era uma mulher, meu psicológico não estava preparado pra este tipo de prazer, bom isso era o que eu achava. Quando sai do meu devaneio, percebi que Becca tinha me encostado na parede e tinha desligado o chuveiro, a mão dela que estava no meu rosto agora estava em um dos meus mamilos, apertando de leve, meu corpo me traiu, altomaticamente eu arqueei o corpo para a frente, precionando meus seios contra a mão dela, Becca sorriu maliciosamente e me beijou docemente, seus lábios eram macios e suculentos, eu estava embriagada por aquela novidade. O beijo foi ficando intenso, as mãos delas foram acompanhando a intensidade de nosso beijo, enquanto uma acariciava meus mamilos, a outra está entre minhas pernas, acariciando meu clitóris de maneira provocnte, altomaticamente eu comecei a embalar meu quadril no ritmo de seus dedos. Eu aos poucos fui sentindo vontade de toca-la tambem e lhe proporcionar o mesmo prazer, então segurei teus cabelos molhados com uma das maos,puxei levemente para trás, expondo o pescoço dela, então fui beijando a bochecha, o queixo, o pescoço, o colo, até minha boca tocar aqueles seios grandese fartos, comecei chupa-los de leve, depois fui mordiscando aquele mamilo rosa. Ela gemeu e eu senti meu sexo se contrair com aquele gemido, então desci uma mão até as parte intima dela, percebendo que Becca estava pronta pra ser penetrada, mas eu não tinha um penis, então introduzi meu dedo do meio dentro dela, enquanto Becca gemia furiosamente. Eu não sabia o que estava fazendo, mas pela reação dela, eu estava mandando bem, então continuei, quando achei que ela iria gozar, a menina segurou minha mão e ofegante me levou para fora do banheiro, eu travei e ela disse pra eu relaxar, pois estavamos sozinhas na academia, eu relaxei e deixei ela me conduzir.

Becca me colocou deitada na mesa flexora, na mesma posição que se faz o exercício, afastou minhas pernas, e se ajoelhou de frente para o meu traseiro e então caiu de boca em minha vagina, me lambendo, me sugando, enquanto brincava com o dedo no meu ânus, eu empinava a bunda para sentir mais de seu toque e teus lábios em minha buceta, ela me levava a loucura a cada lambida que dava em meu sexo, não estava mais aguentando e quando estava quase gozando, senti uma mão forte segurando meu quadril, quando olhei pra traz era o Fred, molhado do banho, nu e duro atrás de mim, fiquei sem reação, mas antes que eu protestasse, ele se inclinou sobre mim e enfiou aquele pau enorme em minha buceta, sem dó nem piedade, eu contraí com a estocada, mas em seguida minha Buceta recebia aquele instrumento com todo prazer e tesão, ele urrava baixinho no meu cangote e com as mãos enorme abria mais as minhas pernas, forçando eu a me empinar mais, estava gostoso e Fred estava tão duro dentro de mim que suas estocadas doia, mas era uma dor prazerosa.

Becca veio na minha frente, eu a puxei mais para perto, ela se arreganhou na minha cara, e eu a chupei, passei minha língua em toda a extensão daquela buceta rosada e quente. Enquanto isso Fred gemia atrás de mim, socando fundo, Eu empinava mais a bunda, querendo mais daquele pau, Becca se perdia em gemidos e eu me pedia no pau do Fred e na buceta de Becca, entre vários gemidos meu, de Fred e de Becca, chegamos juntos ao clímax, Becca se derramava em minha boca, eu me derramava no pau de Fred e em se derramava em mim.

Meus exercícios na academia ficaram mil vezes melhor, não só na academia, mas no carro, na piscina, no campo de futebol.... uma infinidade de gozadas a 3.

Bella Oliveira

Comentários

15/07/2017 16:11:39
Dlc Beca! Tb adoro sexo a 3
04/04/2017 22:05:27
Muito bom, bem relatado!!
04/04/2017 08:52:53
Um excelente conto. Sem exageros, contado de forma coerente
04/04/2017 07:46:15
Belo conto me deixou excitadissimo, me manda um email ulisses_Junior@yahoo.com.br
04/04/2017 01:59:14
És deliciosa demais. Leia minhas aventuras e me procure por e-mail ou skype: envolvente47@hotmail.com . Beijos.
04/04/2017 01:18:58
Muito bom você deve ser uma delícia

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.