Casa dos Contos Eróticos

Surpresas da Vida (O almoço) – 16 Mar 2016

Autor: Skinhead
Categoria: Homossexual
Data: 11/10/2017 20:08:02
Nota 10.00
Assuntos: Gay, Homossexual
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

[Maxswell foi surpreendido pelo convite inusitado de almoçar na residência de JP e sem alternativa, o atacante resolve aceitar o convite da família Medeiros].

Após terminar a conversa com “Peixinho”, Max se reaproximou dos gêmeos que ficaram curiosos quanto a quem seria a “garota” do outro lado da linha.

-Porra Max, vai fazer mistério?! Qual é a cachorra que você está pegando? Não vai dizer que você estava falando com Nara?! Vi muito bem vocês conversando lá no treino, disse Eduardo rindo.

- Deixe quieto Edu... Quem dera fosse Nara, apesar dela ter vindo falar comigo, não tenho esperança de nada com ela, no máximo uma amizade leve...

Mas já está na minha hora! Boa noite para vocês, e façam oque eu disse: NÃO MEXAM COM ODALTHIR!E nem com o “Peixe”...

Erik mexeu com o JP e sabe muito bem oque aconteceu, eu poderia ter entrado na confusão, mas seu irmão arranjou o bucho,o “menino” era dele.

Portanto, quem avisa amigo é...

Max então fez uma pergunta a Erik:

- Antes de eu ir Erik, gostaria que você matasse uma curiosidade minha... Oque você fez de tão grave ao “peixe” para que Odalthir tivesse uma reação tão furiosa daquela maneira?

Erik ficou sem palavras, Eduardo já imaginava oque poderia ter sido, mas ficou calado esperando a desculpa do irmão.

-Bem, nada de anormal Max, só dei uma torcida básica no braço dele, talvez tenha exagerado e o fresco começou a chorar,quando vi,já estava no chão.

-Tá jóia! Até amanhã então...

Os gêmeos observaram Max se afastar, mas ficaram intrigados com a atitude de seu “capitão”, já que ele nunca se mostrava comedido, ao contrário,nunca fugia de uma briga e gostava de “bullyinar” os outros, mas agora estava estranho.

-É impressão minha ou o Max está estranho?

-Notei isso também Eduardo... Não parece o Max de sempre.

-Seria bom ver oque ele anda fazendo quando não estamos juntos, com certeza deve ser sacanagem, deve estar aprontando algo com alguma puta do colégio e não quer nós botar na fita.

Sem problemas Eduardo, disse Erik ao irmão.

Amanhã saberemos, concluiu.

Eram 05h30min da manhã,Max ao contrario de que sempre fazia,acordou cedo para mais um dia de aula, algo que só seria a daqui a umas duas horas e vinte minutos.

Tomou uma ducha quente e após se arrumar, um café rápido, apesar da fartura posta pela empregada a mesa, serviu-se de um misto quente e dois copos de iogurte.

Após escovar os dentes saiu como um foguete em direção a parada, estava assim querendo pegar o coletivo mais cedo, tentando evitar os gêmeos que sempre subiam na mesma linha, alguns quilômetros a frente.

Enfim o coletivo se aproximara, ainda semi-vazio, Max adentrou e se entocou na última fileira do ônibus, que após seguir tranquilamente em um transito ainda leve, chegou a seu destino onde Max desceu e caminhou alguns metros até a entrada do colégio, que estava ainda trancado mas que prontamente foi aberto pelo zelador ao avistá-lo ao portão.

-Acordou com as galinhas Max? Disse Seu Alfredo, Zelador do colégio a quase quatro décadas.

Rindo Max respondeu:

-Quem dera Seu Alfredo... Há muito tempo que eu não sei oque é acordar com uma galinha ao meu lado, estou só na vontade...

-Para um garoto jeitoso como você, isso não é problema, tem muito tempo pela frente, ruim é para mim que já estou perdendo a validade, falou o idoso funcionário.

Max se dirigiu a seu bloco, onde subiu ao primeiro andar, deixando suas coisas na sala.

Nessa manhã, Max estava querendo evitar ao máximo encontrar com os gêmeos, não gostaria da possibilidade de ter eles como testemunhas na hora que a mãe de JP chegasse.

Para se prevenir, ele preferiu se dirigir para o lugar menos provável de ser achado: A sala da coordenação, lugar onde os gêmeos jamais pensariam em ir,ao contrário do Atacante, que se dava bem com a coordenadora Aldenize,com quem gostava de conversar, escutar seus conselhos além de tomar um cafezinho.

O sinal para o primeiro horário tocara, Max se despediu da Coordenadora e se dirigiu a sua sala, o dia seria longo, haveria aulas de Física, religião e Português e depois do intervalo, mais três de Geografia, artes e física.

Lá pelo terceiro horário, as 09h40min, Max recebeu um SMS de JP com instruções para quando acabasse a última aula e onde ele deveria esperar sua mãe.

- “Após terminar a última aula, se dirija ao portão sul do colégio, tome cuidado para não ser visto pelos gêmeos, minha mãe estará em um SUV prateado lhe esperando, eu sairei e ficarei esperando na saída lateral do colégio pela chegada de vocês”.

Um minuto depois, recebeu outro SMS:

“- PS: Não esqueça! O nome de minha mãe é Luciana.

Enfim o intervalo chegou, Max que antes se manteve recluso na coordenação, se dirigiu ao refúgio onde JP e os outros garotos ficavam quando não queriam ser importunados pelos galados do colégio.

Assim como Max, José Pedro tentava se manter incógnito mas foi surpreendido por Odalthir que o encontrou e disse:

-Se escondendo JP?! Pensou que iria escapar de nossa conversa?

“Peixinho” tentou desconversar e passar tranqüilidade ao seu amigo, mas estava temeroso com o teor da conversa.

-Claro que não, sobre oque é a conversa?

Olhando seriamente para JP, Odalthir perguntou:

- você me esconderia à verdade JP, para mim que sou seu amigo a bom tempo?

Eu quero ouvir a verdade sobre oque aconteceu no banheiro, você sabe que eu sei, mas quero ouvir de sua boca.

-Não aconteceu nada de errado, foi só agressão física, disse JP.

-Não me faça de otário! Eu não sou estúpido e nem surdo! Eu sei oque vi e ouvi...

“E então minha puta?! Com saudades da rola de seu macho”? Essa foi a frase que eu ouvi.

“Quando vou poder fazer seu lombo novamente Puta”?! Eu ouvi tudo JP !

Ele está transando com você? Por isso que eles foram a sua casa?!

José Pedro não agüentou,chorando e soluçando,foi acolhido por Odalthir que lhe deu um abraço forte, pois ele tinha peixinho como um irmão.

-Eu não queria! Eu não sou, eu não era viado... Erik me forçou.

-Quando começou?! Onde começou?! Quantas vezes isso aconteceu?!

-Para! Para! Por favor Odalthir...Isso não interessa mais,já está feito...

-Eu não vou parar JP! Eu vou quebrar eles ao meio... E quanto a Max JP?! Ele está envolvido?

-Nossa conversa acaba por aqui Odalthir! Por favor...

Odalthir mesmo com raiva aceitou, mas advertiu: Nossa conversa não acaba aqui.

José Pedro deixou seu amigo a sós, ainda teria 10 minutos livres até começar a próxima aula, JP teria uma aula de história e duas de ciências pela frente, apesar da vontade de desaparecer e de gazear novamente, ele não poderia,teve que agüentar firme e ficar até o fim.

Sozinho, Odalthir estava puto, sua vontade era quebrar os gêmeos ou qualquer filho da puta que aparecesse, pois da qualidade dos gêmeos, era oque não faltava no colégio.

Para esfriar a cabeça, Odalthir foi para o refúgio onde geralmente JP,Nara e Ronary ficavam quando queriam ficar sossegados,mas ao chegar lá se surpreendeu ao encontrar Max lá.

Determinado e puto ele falou:

-Tudo jóia Max?! Gostou do local? É um bom lugar, especialmente quando pessoas como Ronary, Peixinho e outros não querem ser atormentados por filhos da puta como você e seus filhos “Timão e Pumba”.

O atacante se levantou indo de encontro a Odalthir, apesar do insulto dirigido contra ele ofendendo a sua mãe, oque já geraria com certeza uma briga com muito sangue e ossos quebrados, aquele era um dia atípico, estava a poucos minutos de conhecer D.Luciana e ir almoçar com a família de JP, não estava a fim de brigar com ninguém principalmente para manter sua integridade intacta.

-Você está com sorte “Nerdalthir”,eu não estou a fim de confusão hoje,quem sabe um outro dia quando eu não estiver ocupado,pois tenho um compromisso...

-Foda-se você, e quanto a seu compromisso?! Enfie ele no rabo seu filho da puta!

-Qual é a sua Odalthir?! Fumou pedra?Usou maconha estragada? Você quer apanhar? Qual a sua?Oque está pegando?! Me diga!

Odalthir foi direto:

-Você está metido na sacanagem que os gêmeos fizeram com José Pedro?! Me diga! Seja homem!

-Oque eles fizeram com o JP?! Fale!

-Certeza que você não sabe?!Quer saber oque fizeram seus cachorrinhos? Eles abusaram de JP! Escutou?!

Maxswell ficou confuso, coisas passaram na sua mente e uma luz de desconfiança “acendeu” em sua cabeça, algo que ele esperaria que não fosse verdade.

-Abusou?! Abusou?! Como assim? Bateram nele? Humilharam ele?

Com os olhos marejados Odalthir disse:

-É, humilharam ele sim... Eles o abusaram sexualmente na casa dele! Ou para ficar em português claro: Fuderam ele!Comeram o rabo dele!

Maxswell assim como Odalthir ficou com raiva e com os olhos marejados, e para que o jogador não notasse seu comportamento ele se retirou dando as costas não sem antes dizer:

-Eu jamais faria isso com Peixinho, isso já seria demais, posso ser um filho da puta galado mas jamais deixaria chegar a esse ponto...Não mandei e não sabia disso.

Faça-me um favor: Quando se encontrar com eles, fique a vontade para baixar porrada neles... Os gêmeos são problema seu e não vou me meter, nesse caso eu lavo as mãos, cada um recebe oque merece!

Mas quando fizer, faça bem feito, eu não quero depois ver uma guerra entre o pessoal do futsal e do basquete se formar... Nós não temos mais nada para falar, e da próxima vez que você me chamar de filho da puta e ofender minha mãe, esqueço quem você é.

Maxswell em silêncio se encaminhou para sua sala de aula e tentar assistir as duas aulas restantes.

Enquanto isso, JP que já estava em sua sala esperando a aula começar, recebeu um SMS de sua Mãe:

-“Filho, aqui os preparativos do almoço estão quase prontos, daqui a 1 hora estarei aí para pegá-los,estejam preparados,irei esperar você e Max cada um nos lugares determinados”.

Nara, que estava sentada atrás de JP, não teve como não ler a mensagem, mas preferiu ficar calada.

As aulas foram decorrendo normalmente, apesar de ansioso peixinho mantinha a tranqüilidade e seguia atento a aula a espera do sinal de dispensa.

O mesmo não podia se dizer de Maxswell,o atacante estava com um nó na garganta,ainda estava digerindo a notícia dada por Odalthir,e assim como ele estava com ódio dos gêmeos,chegando até ao ponto de ficar com enxaqueca.

A princípio passou a idéia de não ir ao almoço, mas após pensar alguns minutos, decidiu que não ficaria bem tal falta de educação, principalmente porque o almoço era em sua homenagem.

Finalmente,para o alívio de Max, faltavam apenas dois minutos para o termino das aulas no colégio, Max se adiantou e preferiu logo se dirigir ao portão sul para se encontrar com D.Luciana.

Apesar de todos os cuidados, sua saída foi notada por Eduardo que estudava quase em frente a sala do atacante e que resolveu seguir os passos dele,deixando a sala e ignorando o professor que o proibiu de sair.

Com todo cuidado, Eduardo foi seguindo Max de longe, e quando esse saiu pelo portão, correu para não perdê-lo de vista, mas oque viu o deixou atônito

Ao longe pôde ver Max se aproximando de um SUV, que logo reconheceu ser o da mãe de JP.

Viu Max falar algo e logo entrar no veículo, onde sentou ao lado de D.Luciana, falou algo e trocou uns beijos com ela, que continuou parada a espera do término do horário.

Max ao ter se aproximado do carro havia perguntado:

- Bom dia! Você é D.Luciana mãe de JP?

-Sou, você deve ser o Max... Peixinho falou de você, entre e fique a vontade.

Fico muito feliz em conhecê-lo e agradeço pelo que fez ao meu filho.

-Não há de quê D. Luciana...

-Bem, agora é só esperar o sinal para buscar o JP...

O sinal tocou para todos, ao ouvir, D.Luciana ligou o carro e se dirigiu para a lateral do colégio.

José Pedro ao ouvir o chamado, saiu às presas da sala e caminhava rápido ao ponto de encontro, mas como a famosa lei de Murphy diz:

"Se algo pode dar errado, dará."...

José Pedro foi interceptado por Erik que o segurou pelo braço e disse:

-Gostaria de falar com você a sós JP...

Nervoso com a presença dele, “Peixinho” disse:

-Eu não tenho nada oque falar com você! Já basta oque aconteceu no dia do treino...

-E por isso que estou aqui, gostaria de pedir desculpas a você.

Olhando para a hora no celular e não querendo perder um minuto José Pedro disse:

-Tudo bem, eu desculpo Erik, mas prefiro que você fique longe de mim e esqueça oque aconteceu lá em casa entre nós.

Nesse momento o celular de Erik tocou, era seu irmão, que ligou eufórico falando oque acabara de presenciar e pedindo sua presença.

Ao ouvir aquilo, Erik desligou e perguntou a Peixinho:

-Não vai de carro hoje JP? Onde está sua mãe?

-Ela não virá hoje, ela me ligou dizendo que teve um problema com o carro, e como meu pai não tem como vir eu irei de ônibus.

Se é só isso, tchau...

Ao ver JP saindo pelo portão, Erik saiu em disparada até onde seu irmão o esperava.

José Pedro se certificou se Erik não estava espreitando e pode ver ao longe sua mãe se aproximar.

JP entrou rapidamente no automóvel, cumprimentando sua mãe e Max

-Que bom Max, vejo que você encontrou minha mãe...

- Não foi difícil.

-Podemos ir agora filho?

-Não mãe antes gostaria que você passasse na casa de Max para pegar algumas roupas, algum problema?

-Claro que não filho, sem problema! Vamos então...

No portão do colégio os irmãos se encontraram, ao chegar Erik perguntou:

- Você tem certeza do que viu Edu? Não é confusão de sua cabeça? Tem certeza que era D. Luciana e Max?

- Sim, eu juro irmão, “se estiver mentindo eu cegue”... Jamais confundiria a mãe de JP com outra, além disso, eu conheço o carro dela.

Eu só não vi JP dentro do carro, ele veio hoje?

Veio Eduardo, eu o peguei saindo pelo portão lateral, e quando perguntei se ele iria de carro para casa, ele disse que seu pai não poderia vir e sua mãe ligou dizendo estar com o carro quebrado e teria de pegar um ônibus.

-Qual o motivo de D.Luciana mentir para “Peixinho” Erik? Por qual razão? Perguntou Eduardo intrigado.

Sério Erik falou: É difícil de acreditar irmão, mas acho que o Max está fudendo a mãe do fresco.

Continua...

Comentários

13/10/2017 01:25:52
Muito bem escrito
11/10/2017 21:17:29
Obrigado! Depois que postar mais algumas jjrs,darei um tempo para ver se concluo esse conto,inspiração as vezes é difícil,espero chegar no seu nível meu caro...
11/10/2017 20:41:01
SABIA QUE ELES IRIAM IMAGINAR ISSO. E VÃO ESPALHAR A NOTÍCIA COM CERTEZA. MAS UMA VEZ JP ESTARÁ SE METENDO EM CONFUSÃO.
11/10/2017 20:35:18
Achei que não ia postar nada hoje e comentei no capítulo anterior kkkk... Está ótimo.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.