Casa dos Contos Eróticos

Surpresas da Vida (O Almoço-Fim) – 13 de abril 2016

Autor: Skinhead
Categoria: Homossexual
Data: 11/10/2017 21:11:22
Nota 9.80
Assuntos: Gay, Homossexual
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

[Após uma rapidinha prazerosa com Célia, Maxswell estava a se refrescar na piscina dos Medeiros a espera de José Pedro, a tarde seria longa e estava somente começando].

-“Nada como uma trepadinha para deixar um dia alegre”, pensou o atacante enquanto boiava satisfeito sobre uma boia- colchão.

Apesar de estar curtindo com JP, Max não iria deixar de ser oque era, um pegador de piriguete ou similares, e o atacante não era de perder oportunidades, ao contrário: Ele as agarrava...

Max curtia deitado, viajava em pensamentos, satisfeito com mais uma na sua lista de conquistas, chegando até a ter ereção só em pensar na sacanagem feita, mas teve seu momento “quebrado” ao escutar uma voz feminina.

-Pelo que vejo a piscina está muito boa Max... Que bom que está aproveitando.

Ao olhar, viu a imagem de D.Luciana a borda da piscina, que olhando para ele com um sorriso malicioso falou:

- O sol está bom Max, mas cuidado, senão o “passarinho” vai queimar e pelo que vejo, já está querendo voar...

Envergonhado, Max rolou e caiu na piscina para amenizar o tamanho da “vergonha” na sunga, mas Luciana levou no humor:

-Ainda bem que eu dei a luz um garoto e não uma garota, senão o negócio iria ficar ruim para ela e para você, meu marido já tem cuidado com JP, se fosse uma filha você não estaria nem aqui e muito menos tomando banho de sunga.

-Ruim ou bom... Tem gente que gosta, rebateu Max.

-Eu não mordo D. Luciana, apesar da aparência badboy sei como tratar uma garota, e com certeza eu e Seu José Pedro seríamos bons amigos...

-Talvez, quem sabe... Mas agora saia e venha conversar comigo enquanto JP não vem.

Luciana e Max começaram a conversar animadamente, como mãe ela perguntou sobre tudo ao atacante, desde a suas notas, esporte, vícios, comportamento dentro e fora do colégio e namoro.

Maxswell respondia cada pergunta de Luciana, mas ao mesmo tempo era impossível deixar de admirar as curvas e as belas pernas da mãe de José Pedro, que também observava o atacante.

Nesse instante foram interrompidos por JP que chegara trazendo um refrigerante e uns salgados.

Luciana deu um afago no filho, comeu uns salgados e pedindo licença retirou-se da piscina e avisou-lhes:

-Garotos, se divirtam mas não demorem mais que o necessário,ainda é cedo,mas depois saiam e vão assistir um filme,um seriado ou jogarem algo na sala de vídeo.

Assim como Luciana pediu, ao fim da diversão, Max e JP atenderam ao pedido e se enfiaram na sala de vídeo onde jogaram por horas até a chegada de Seu José Pedro,que como sempre estava atrasado, e em alguns minutos, deu inicio ao jantar.

-Espero que esteja gostando de passar um dia aqui Max, desculpe por não ter estado aqui para mostrar minha hospitalidade mas se quiser e gostar,poderíamos assistir alguns filmes bons,tenho um bom acervo de títulos.

-Estou gostando muito de passar o dia aqui seu José Pedro,e gosto muito de filmes também,será bom assistir alguns,especialmente se tiver uns de guerra...

Enquanto estavam a mesa, Seu José Pedro e Max conversaram muito, sobre esporte, colégio, filmes e até sobre o trabalho do “sogro”,que geralmente não gosta de falar sobre isso em casa,deixando Max impressionado com os números da empresa tanto em números de trabalhadores,faturamento,produção média de confecção.

Depois da refeição, todos foram a sala de vídeo onde Max ficou admirado com o acervo de filmes, tanto pela quantidade e tanto pelos temas.

Max olhava, olhava e olhava pacientemente, até Seu José Pedro perguntar:

-Gostaria de ver qual filme Max?

-Eu sou convidado Seu José Pedro,então me agrade,deixo a sua escolha, desde que seja um bom filme de guerra, disse sorrindo o atacante.

- Tudo bem Max, vou escolher um que com certeza você nunca ouviu nem falar dele, garanto que você irá gostar...

Seu José Pedro olhou rapidamente e já com a caixa em mãos, inseriu o filme no DVD player,dando início a sessão.

Após os créditos iniciais (trailers e estúdio) enfim Max soube qual filme era:

Um clássico do cinema de 1965 com quase duas horas de duração, chamado ‘Von Ryan's Express’...

Apesar de inicialmente pensar que seria um filme “sem sal” e chato especialmente por se tratar de um filme antigo, com o decorrer do filme, Max mudou sua opinião e mostrou sua satisfação ao término da sessão.

-Que filme show Seu José Pedro, não fica devendo em nada aos filmes de hoje...

Gostou? Isso é porque você nunca viu ainda “o desafio das águias”, ”os canhões de Navarone”,”nascido para matar” ou “os doze condenados”...

Alheio a conversa, estava JP, que estava “bodeado”, já no décimo sono e Luciana, que estava a ler um livro ao longe.

Era quase dez horas quando o filme terminou, o atacante despediu-se de Seu José Pedro que iria como sempre para o escritório,e com Luciana,Max levou JP sonolento para seu quarto.

Antes de se recolher, Luciana disse a Max que ficasse a vontade e caso quisesse fazer um lanchinho noturno a cozinha estaria à disposição.

Vendo que com certeza não haveria possibilidade de ter uma relação com JP, oque seria arriscado e desastroso, Max contentou-se e caiu também na cama.

Passava das 01h30min da manhã, Maxswell acordara,estava com sede e então resolveu descer até a cozinha para tomar um copo d’água e assim como D. Luciana sugeriu, um lanche noturno.

Após matar a sede, Max serviu-se de uma generosa fatia de bolo acompanhado de um refrigerante, enquanto degustava o prato, ouviu passos na escada e oque veio a seguir foi uma visão que lhe deixou extasiado.

A principio Max pensou que poderia ser JP, mas espantou-se ao ver D.Luciana em trajes íntimos, vestindo um belo e sexy Babydoll branco.

Presumindo que todos estavam dormindo, ela não teve receio de que alguém pudesse vê-la em tais trajes, mas deu ao atacante a visão de toda a beleza de uma bela mulher de 34 anos, se vestida elegantemente ela era de quebrar o pescoço, com roupas íntimas era de parar o trânsito...

Luciana era dona de um belo corpo com seios médios e pernas grosas e torneadas, moldados nas aulas semanais de pilates assim como sua bela e grande bunda deliciosamente redonda, um verdadeiro convite a sacanagem.

Um verdadeiro objeto de desejo para um homem imaginem para um garoto...

O atacante acompanhou os passos de Luciana, que terminaram em frente ao escritório de seu esposo onde ela entrou furtivamente.

A curiosidade foi mais forte que a prudência ou o medo, fazendo com que Max agisse perigosamente.

Ao se aproximar do escritório, Max aproveitando o fato da porta estar mal fechada, começou a observar oque acontecia através de uma fresta, por ela pôde ver oque estava a acontecer...

Luciana encontrara-se sentada defronte a seu esposo, sobre sua mesa de trabalho, apesar da dificuldade Max conseguia escutar o diálogo.

- Você acha que não está trabalhando muito querido?Não gostaria de relaxar um pouco, hum? Falou Luciana enquanto acariciava os cabelos de seu esposo.

-Eu adoraria “Lucy”, mas não estou com cabeça para isso, você sabe como gostaria...

Olhando para seu esposo, Luciana pôs seus belos seios à mostra para tentar convencer Seu José Pedro de sua decisão.

- Quem sabe um incentivo possa ajudar na sua dúvida...

José Pedro assentou seu rosto sobre os belos seios de Luciana sentindo a fragrância do creme de ervas aromática, que sua esposa passa todas as noites antes de dormir.

- Fico feliz em ver que meu dinheiro é muito bem gasto...

Em silêncio, Max assistia excitado, Luciana sendo “mamada” pelo seu esposo,chegando até a pensar:

- “Puta que o pariu! Pena que “Sushi” não nasceu mulher, seria uma maquina” ...

Luciana gemia a cada chupada recebida enquanto José abocanhava intensamente os “gêmeos”, sorvendo com energia cada um dos belos seios de sua esposa, que gemia enquanto falava palavras de afeto com seu esposo, entretido em seus seios ,deixando uma expressão de prazer na jovem esposa.

Mas o melhor estava guardado para Max, que estava vidrado no que estava presenciando,era algo indescritível, o atacante estava sendo espectador de um “filme” de sexo ao vivo, passando sobre seus olhos...

Não se contendo, José Sênior segurou as belas pernas de Luciana e as pondo nos ombros, caiu de boca na vagina depilada, que já se encontrava toda ensopada e sem perder mais tempo,começou a lamber e a chupar como um louco,um drogado ávido por uma dose.

Luciana segurava-se para não gemer alto enquanto era chupada freneticamente por seu esposo, a excitação era tão grande que estava quase a ponto de explodir devido ao tesão do momento.

-Chupa... Chupa seu safado... Lambe gostoso... Isso! Assim... Faz sua mulher gozar de alegria...

Max estava abismado escutando tudo que se passava ali naquele escritório, especialmente da parte de D.Luciana que demonstrava ser uma mulher fina e recatada, mas naquele momento parecia uma gata no cio.

Os gemidos de prazer eram ininterruptos e só cessaram quando Luciana não aguentando mais explodiu em um orgasmo incrível, se contorcendo em espasmos, chegando quase a desfalecer.

Olhando para sua esposa, José sênior falou?

-E então “Lucy”, Gostou da brincadeira?

-Nossa...Adorei...Se isso foi o começo não quero nem saber quando for o prato principal.

Mas para o desgosto e decepção de Luciana (e Max...), a resposta veio como um balde de água fria.

-Começo Lucy? Mas isso foi o final, espero que se contente meu amor, ainda tenho muito trabalho aqui, isso só foi um agrado...

Pelo semblante de Luciana, Max pode ver um misto de contrariedade e decepção.

-Brincadeira José Pedro, isso só pode ser piada... Eu me arrumo totalmente para você, para termos uma noite de amor e você ao invés disso me dar uma preliminar e se dá por satisfeito?

Você tem ideia do quanto é frustrante ter um marido ausente?

Ninguém melhor do que eu entendo dos seus problemas, mas eu tenho minhas necessidades.

Naquele momento deu-se uma pequena discussão, Max preferiu não arriscar e deixou o local, mas antes que pudesse chegar ao topo da escada foi visto por Luciana, que após subir ao andar superior bateu na porta e entrou no quarto de hóspedes.

O atacante encontrava-se sentado na cama quando Luciana sentou ao seu lado, e gentilmente perguntou:

- Sem sono Max? Vi você subindo as escadas e vim ver se você estava bem...

Meio sem graça e constrangido pela presença da mãe de JP naqueles trajes Max falou:

-Não D.Luciana, estava dormindo bem, mas acordei com vontade de urinar e com um pouco de sede, então fui até a cozinha tomar um copo d’água.

Luciana foi direta e perguntou:

- Só tomar água mesmo?

-Sim, pensei em fazer um lanchinho, mas preferi deixar para lá, não quero transformar esse “tanquinho” em “maquina de lavar”, lanchinho da madrugada não é muito saudável para o corpo, disse Max mostrando seu abdômen para Luciana.

-Se você diz, eu acredito Maxswell...

-Bela camisola D. Luciana, a senhora tem bom gosto.

Luciana riu e levantando-se falou:

-Obrigado Max, pelo menos alguém notou sua beleza, pelo menos em alguém dá para ver que ela causou algum efeito.

Falou Luciana notando a ereção entre as pernas de Max, e acariciando o rosto dele, concluiu:

-Mas agora se deite, está na hora de dormir, pois amanhã é dia de aula e aqui se acorda cedo, disse Luciana dando um beijo de boa noite no atacante e se retirando do quarto e apagando a luz.

Maxswell observou a mãe de JP sair de seu quarto, um pouco perplexo com aquilo que acabara de acontecer, mas pôs sua cabeça ao travesseiro e resolveu tentar dormir para aguentar oque viria a seguir daqui a algumas poucas horas.

Fim...

Comentários

13/10/2017 02:02:32
Continue! Muito bom! Achei excitante quando ele transou com JP... Mas achei que ele exagerou com a empregada.... A parte da mãe... Que preliminar boa hein?
12/10/2017 12:48:00
Calma Johnnathan e VALTERSÓ,ainda está no começo... Tudo bem que vocês acham que estou sendo duro com o JP,sim,é verdade,mas ele será novamente pressionado mas por causa disso ele mudará sua atitude e ficará menos amável.
12/10/2017 12:43:36
A relação dele com o pai de JP terá outra abordagem jjrs...Ainda falta dois episódios para eu postar e depois começarei a postar as férias no interior
12/10/2017 03:15:28
por favor não faz isso.. nao seja um escroto... Lamentável se vc fizer o Max transar com a mae do peixinho ..
11/10/2017 23:29:31
Quer acabar com uma boa foda? Troque o nome de seu parceiro(a) por outro,desastre total... "Mas sendo bem sincero alguns palavrões é até bom para montar um clima"./ Sempre curti e acompanhado de uns tapinhas,o clima esquenta jjrs.
11/10/2017 21:52:27
LAMENTÁVEL. SE MAX E LUCIANA TRANSAREM NÃO VEJO MAIS RAZÃO PARA LER ESSE CONTO.
11/10/2017 21:52:00
Mas sendo bem sincero alguns palavrões é até bom para montar um clima. Mas olhando a forma como o Max tratou o JP na cama, como tratou a empregada, foi forçado foi muito escroto. Se me tratasse assim, a foda não ia chegar no final. Falta paixão nesses momentos, especialmente para com o JP.
11/10/2017 21:46:55
Eita nós!!! Lá vai o Max traçar a mãe do JP, só vai faltar traçar o pai kkkkkk...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.