Casa dos Contos Eróticos

uma noite com meu avô

Autor: Ju
Categoria: Homossexual
Data: 11/10/2017 23:49:35
Nota 9.33
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Chamo-me Rafael tenho 22 anos e vou contar o que aconteceu comigo. Aquela noite parecia normal como todas as outras, minha avó não estava em casa e fui dormir com meu avô. Não gostava de dormir fora de casa então disse a ele que não queria dormir só na sala. Meu avô pegou uma rede e disse pra eu ir dormir no quarto com mais ele era por volta das 23 h quando ele foi tomar um banho, pois sempre fazia isso antes de ir dormir.

Em uma rede deitado estava esperando ele vir do banho, e ficar conversando ate o sono chegar. Sempre gostei muito do meu avô e sempre tive uma tara pois o mesmo não usava cueca. Ao sair do banho ele foi para o outro quarto e se trocou e veio se deitar com a luz acesa vi aquele velho de 1,60 cabelos grisalho e peito limpinho com o calção do pijama sendo mole deu pra perceber muito mais como era o pau dele e fiquei admirando com muita vontade de pegar. Ele se deitou na cama e eu em uma rede ao lado dela e ficamos conversando, pois ele disse que estava sem sono e passamos várias horas conversando, ao chegar quase 3 horas da manhã ele disse que o sono estava pegando ele então resolvi me calar e de repente percebi que ele dormiu, fiquei imaginando o que faria pois estava muito excitado! Resolvi me levantar o mesmo estava roncando e pelo visto o sono era muito pesado então passei a mão na perna dele bem devagar pra ver se ele realmente estava dormindo o ronco não parou e resolvi arriscar e tocar no pau dele, aquela foi a melhor sensação que já teria até ali segurando no pau de do meu avô um coroa de 74 anos baixinho que tinha um tremendo de cacete, meu pau quase rasgava a minha bermuda e eu pegando no dele comecei a masturba-lo com muito medo de acorda-lo então percebi que ele estava acordando me afastei e me deitei na minha rede então ele disse:

- Rafael liga o ventilador e deita aqui na cama esta fazendo calor e ai você vai ficar na frente se continuar ai e não vai vir vento para onde estou.

Fiquei muito alegre pois deitado com ele seria mais fácil então fiz tudo o que ele pediu e me deitei ao lado dele, então senti que ele se aproximou de mim bem pertinho e quase encostou o pau na minha bunda só que não fez, então fui mais pra frente e me encostei nele e disse:

- vovô isso tudo ai e seu? E joguei minha mão em cima rindo como se fosse algo normal então ele falou um pouco envergonhado e sim, foi a deixa pra poder me aproveitar e dizer o quanto era grande sem tirar a mão de cima. Sentir o pau dele ficando grande na minha mão e perguntei se poderia chupar ele, e mesmo com muita vergonha ele deu um pequeno sorriso e disse que sim! Meti a boca naquele pau grandão mole cheio de veias e o sentir ficar grande na minha boca então ele começou a gemer e dizer que nunca tinham feito isso nele e ele não imaginava o quanto era bom mandando eu continuar e não parar!

Eu chupei o pau dele até ele gozar na minha boca. Amanheceu e ele me pediu pra não contar pra ninguém e foi o que eu fiz. Até porque nunca tinha ficado com nenhum homem na minha vida e iria querer mais com ele, e aconteceu só que essa e uma outra história....

Até a próxima!

Comentários

12/10/2017 05:17:34
Vou adorar saber do conto: fotografoliberal@yahoo.com.br
12/10/2017 00:14:28
SINCERAMENTE ESPERAVA MAIS DO CONTO. UMA PENA. CAPÍTULO CURTO E SEM MUITAS EMOÇÕES.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.